O papel do professor tutor

Você sabe quais são o papel do professor-tutor em curso com mediação? Quais as suas competências?

O modelo e estratégias pedagógicas que definem um curso com tutoria ou com mediação pedagógica tem a função do tutor ou professor-mediador fator fundamental. Neste modelo, o curso é planejado e totalmente desenvolvido para que o ensino e a aprendizagem dependam da mediação deste profissional e assim se atinja o objetivo definido. Neste modelo de curso, o aluno não está sozinho, o seu processo de aprendizagem depende não só do conteúdo, mas da interatividade do professor-mediador. Como funções básicas do professor-mediador podemos citar:

  1. Acompanhamento do aluno
  2. Comunicação com o aluno
  3. Avaliação do aluno

Acompanhamento do aluno

Além do material disponibilizado para estudo, o professor-mediador (tutor) deverá atuar acompanhando o aluno tanto no acesso deste quanto na participação das atividades do curso. O professor-mediador deverá acompanhar diariamente a atuação do aluno e da turma, estando disponível para solucionar possíveis problemas ou encaminhá-los para a equipe responsável.

laptop-1019782_960_720

A primeira atividade de sua atuação se diz respeito em saber se o aluno fez o primeiro acesso na plataforma ou não, ou seja, se ele não está com problemas de acesso, o que pode ser a primeira barreira para que este não consiga finalizar o curso.

Porém, só acessar o curso não é suficiente para cumprir com as obrigações em um curso a distância. Além de acessar, o aluno também tem de realizar as atividades e estar sempre em dia com elas. É papel do professor-mediador estar constantemente acompanhando o caminhar dos alunos.

Acompanhar o primeiro acesso e acesso constante, verificar a realização das atividades e também acompanhar as notas do aluno e da turma. Este acompanhamento sobre a média do aluno e da turma irá garantir que todas as atividades e conteúdos foram bem planejados ou não, ou seja, uma atividade em que todos da turma foram mal, pode significar que o enunciado não foi bem didático ou que um conteúdo não foi muito bem explorado, por isso merecerá atenção do professor-mediador.

Comunicação com o aluno

No ensino presencial o professor utiliza como meio de comunicação a voz, nesta modalidade de ensino nem tudo fica registrado em lousa ou material escrito, por isso a voz é o canal principal de comunicação com os alunos da turma. Na Educação a Distância, não há um espaço físico onde todos se encontrem periodicamente e não há a propagação da voz como canal principal de comunicação. No entanto a comunicação é essencial para que todos os envolvidos saibam de suas obrigações e como o curso será oferecido, por isso a comunicação deve acontecer sempre. Vemos muitos cursos a distância onde não há comunicação entre professor e aluno, a maior comunicação muitas vezes acontece por meio somente do conteúdo, assim o aluno não tem feedback sobre o seu processo de aprendizagem, não tem acompanhamento e se sente sozinho, aumentando os índices de evasão na EAD.

Plataformas de educação a distância possuem diversas ferramentas que proporcionam a comunicação entre todos e deve ser utilizada sempre. Há ferramentas que proporcionam a comunicação entre a turma toda, como os fóruns, por exemplo. Nesta ferramenta o professor se comunica e todos tem a oportunidade de interagir ao seu tempo ou conforme surgem as dúvidas, este canal é o principal entre todos e deve ser utilizado sempre.

Além da comunicação do professor para todos, há também ferramentas em que o professor-mediador poderá entrar em contato individualmente com o aluno, por exemplo, a sugestão é que sejam enviadas mensagens desse tipo quando o aluno não está acessando a plataforma constantemente e precisa de lembretes para acessar seu curso ou quando é necessário um feedback sobre uma atividade individual. Mensagens individuais devem ser enviadas quando não há a necessidade desta ser direcionada ao grupo, mas a um caso específico para que este aluno não se sinta exposto à turma.

Além das mensagens individuais e mensagens em grupo, são necessários feedbacks ao longo do curso sobre o processo de ensino e aprendizagem. Por exemplo, comentários sobre uma atividade realizada por um aluno, o professor-mediador deve sempre fornecer informações que acresçam seu conhecimento ou que corrijam algo entendido erroneamente, fazendo assim, com que o aluno não esteja solitário e sem apoio para continuar estudando.

Avaliação do aluno

Avaliar o aluno é função também do professor-mediador. Basicamente podemos dizer que há três tipos de avaliação, a diagnóstica onde os conhecimentos prévios do aluno serão considerados na construção do conteúdo, a avaliação somativa onde se define um momento que o aluno será avaliado, por exemplo, na aplicação de um teste e a avaliação formativa em que todo o percurso do aluno será considerado na avaliação final do aluno.

Por isso a escolha das ferramentas na plataforma e a metodologia do curso são peças chaves para se entender o que se espera do aluno ao longo do processo.

Existem ferramentas que são configuradas para darem uma nota ao aluno automaticamente, como é o caso da ferramenta questionário, que só é possível após a configuração inicial das questões e suas respostas corretas. Mas a maioria das ferramentas pressupõe-se a atuação constante e próxima do professor-mediador.

A avaliação do aluno deve estar relacionada com a comunicação com este, pois de nada adianta o aluno obter uma nota sem saber o porque, sem saber se de fato absorveu o conteúdo corretamente ou, se não, e como deveria ser.

Os fóruns são ferramentas muito úteis na comunicação com o aluno e também para a construção de conhecimento coletivamente.

Assim, uma avaliação transparente do processo proporciona ao aluno um conhecimento a fundo sobre o seu percurso no curso e se está adquirindo o conhecimento necessário.

Posts Relacionados

Um comentário em “O papel do professor tutor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *